13 de setembro de 2009

"Le baiser" (detalhe) de Gustav Klint


Deixei escondido um beijo, no canto da tua boca.Não tens, por isso, que temer a minha ausência.
Quando subires aos planaltos da saudade, deixa que a tua língua deslize devagarinho sobre os teus lábios e vais ver que, como um colibri, há-de descobrir e colher a saliva do beijo que te deixei, no canto da tua boca.
Saboreia-o, degusta-o, digere-o e reapodera-te assim de mim sempre que quiseres, porque é teu, o beijo que te deixei, no canto da tua boca.


comboio turbulento
Setembro 2009

4 comentários:

Anónimo disse...

Isso então cantado por ela... hum.... que bom deve ser... g.

Leonor disse...

parabéns, o seu blog está um maximo.

GBM disse...

É tão bonito que até dói.

Anónimo disse...

Acabei se saber e apresso-me a corrigir: O texto não é nenhuma canção de Cristina Branco. Está no blog citado e sugere uma música de Cristina Branco. Daí a minha confusão. De qualquer forma, nada melhor do que ver "in loco" e dar uma saltada a www.comboioturbulento.blogspot.com.
e desfrutá-lo no seu original. É de se gostar muito.

a rapariga dos postais