13 de junho de 2010

"Morning Glory with Black",1926 de Georgia O'Keeffe


A primeira é uma coisa branca.
Do tipo ofuscante.
Alguns de vocês estão provavelmente a pensar que o branco não é realmente uma cor e todo esse género de disparates estafados.
Pois bem, eu estou aqui para lhes dizer que é. O branco é sem qualquer dúvida uma cor e, pessoalmente, não creio que queiram discutir comigo.

Markus Zuzak
in "A Rapariga que roubava livros"
Abril 2010

1 comentário:

comboio turbulento disse...

Dizem que roubar livros é coisa feia. Talvez. Mas não quando servem para escrever tão lindos textos que se cosem no peito. Obrigado. És fantástica