19 de junho de 2007



Dança e respira,
respira e dança a vida.

António Ramos Rosa

2 comentários:

tiago disse...

;) gostei muito deste... força com isto!

Maria disse...

Há coisas que se dizem uma vez, e bastam-se por si.
A vida vive-se, respiradamente dançada. Entre o polen subtil ou o bolor da palha, sempre alegoricamente, paredes meias com o lado de lá.


Um beijo

Maria