13 de junho de 2007



Um músico ou um compositor?
Beethoven, sempre. Particularmente numa altura em que vivia em Oeiras.
As bichas eram interminaveis, hoje são piores, e eu trazia os meus cartuchos beethovianos para me porem bem disposto.
Era tão esmagador viajar ao som da 5ª que não dava para me chatear nada (risos).
Fazia parte do meu ritual matinal: pequeno almoço, bica e Beethoven.

António, cartoonista
in DNA, Abril 2000

Beethoven por ele próprio acerca da sua música:
Partindo do coração, deve atingir o coração.

"Festa da Música"
CCB, Abril 2005

Sim, eu sei que não é a 5ª.

6 comentários:

Maria disse...

Ritual.....Tejo?
Porque não esse ou outro qualquer?
A vida não é mais que um ritual de passagem, parando nos apeadeiros para oxigenar e repor energias.
Para a frente,,,que atrás vem gente (dizia a senhora minha tia, por quem nutro uma especial ternura). Uma senhora que tem uma mestria de vida invejável. Intensamente apaixonada, sempre e mais.
Rituais matinais, de fim de tarde, são sempre madrugadas apinhadas de cerejas.

Maria disse...

Pois não,,,não é quinta.
Deixo-te um beijo para amanhã :-)


Maria

Anónimo disse...

Em qualquer madrugada de um qualquer dia da semana...um gemido que sai de uma boca, que se adivinha doce, a um simples toque. Sim os corpos também se tocam como um instrumento e, quando juntos, em harmoniosa melodia fazem os rituais de que se faz vida.

Eu,

iMia disse...

Não sabia que o B. tinha vivido em oeiras.

imia, também maria, também eu

Anónimo disse...

este "eu" é um daqueles cromos que estão sempre a sair repetidos quando se preenchem cadernetas! à parte isso, os postais estão bem fixes, continuam a encher os olhinhos dos que os visitam! parabéns, g.

Anónimo disse...

Não me apetece...


O cromo,